Óculos Miu Miu

01/09/2010 § Deixe um comentário

Os óculos da Miu Miu que apareceram na campanha filmada pela Madonna estão à venda na loja da grife da Rue Saint-Honoré (a mesma rua da Colette, apenas uma caminhada de distância).

Acho que super vale a pena para quem está por lá, já que saem por 130 Euros. Bem barato quando a gente compara com as óticas brasileiras.

Só não comprei um para mim porque me deixou com cara de otária. Sai derrotada da loja, comi um croissant e tomei uma coca normal para me recuperar.

Imagem: Miu Miu

Anúncios

Longchamp

11/08/2010 § Deixe um comentário

Sabe qual é a única coisa mais numerosa do que boulangeries em Paris? Bolsas Longchamp.

Esqueça as versões limitadas e os modelos assinados por celebridades como Kate Moss. Todo mundo por aqui tem o modelo clássico,chamado Le Pliage.  Feito de tecido colorido, o couro fica por conta de uma alça marrom. Pequena, média ou grande, ela está nos braços de parisienses e turistas européias.

O legal é que ela não parece ter um público alvo definido. Gente nova usa. Mais velha também usa. Estilosas usam e aquelas que não diferenciam uma sapatilha de um mocassim também. Cometi a gafe de não tirar fotos, então roubei algumas montagens que achei no blog Minuto de Moda.

Talvez a popularidade seja consequência do preço. É possível comprar um modelo grande por 60 euros.

YSL no Petit Palais

10/08/2010 § Deixe um comentário

Quem está em Paris e não aguenta mais ver quadro, macaron ou a Sephora, uma passadinha na exposição YSL no Petit Palais pode alegrar a sua tarde.

A exibição acompanha a carreira do estilista desde os primeiros anos, trabalhando para Christian Dior, até os últimos modelos criados antes da sua morte em 2008.

O mais interessante não é nem acompanhar as divesas metamorfoses  que os modelos sofreram ao longo dos anos (já teve influência étnica, navy, masculina…), mas sim ver como algumas peças são atemporais. YSL tem muitas dessas, já que foi ele quem deu vida nova a um clássico ao criar o primeiro tailleur com calças.

Os tailleurs de YSL.

Como se comportar na Colette

09/08/2010 § 1 comentário

A Colette tem a fama de ser A COLETTE, mas não se intimide. Você não precisa ser  uma herdeira para comprar lá. A loja não é tão grande quanto você imagina e, apesar de vender sapatos Yves Saint Laurent por milhares de euros, também tem a opção de produtos mais acessíveis.

Na parte de cosméticos, por exemplo, está a venda a linha de maquiagem da Top Shop. Um blush sai por 10 euros.

A loja

Antes de tudo, entenda a loja para não chegar lá com cara de índio. Ela ocupa três andares de um casarão da Rue Saint-Honoré, o endereço das grifes (esqueça da Champs Elysées). No térreo você encontra moda masculina, livros, CDs, revistas, gadgets e tranqueiras no geral que você vai morrer de vontade de comprar.

No subsolo está o Water Bar Colette. Lá, você pode degustar mais de 100 marcas diferentes de água mineral. Também tem cerveja e champanhe e tudo mais que um bar/restaurante costuma ter.

Subindo até o primeiro andar, encontramos a parte feminina. Muitos corações costumam desenvolver arritmia ali no meio de tantas peças excusivas de Chloé, Valentino, Marc Jacobs e companhia.

Escondida no meio de tudo isso está uma escada que leva aos cosméticos. Esta é a parte que mais vale a pena para quem não pode gastar um dinheirão com as roupas. Tem Kiehl’s, Top Shop e até Johnson’s Baby. São muitas marcas legais com preços e variedade incríveis para o padrão brasileiro.

Como comprar

Bom, a Colette é rica. Ao ponto de você não ter que ficar segurando aquilo que vai comprar. Assim que escolher o que vai levar, olhe em volta. Procure pela pessoa mais bonita no metro quadrado. Ele (a) é o vendedor (a). Juro que não tem como se confundir. Fale para ele que você quer comprar tal coisa e ele vai deixá-la separada no caixa para você.

Não se intimide pela beleza e o estilo humihante deles. Conversei com três enquanto estive lá e todos foram muito gentis. Para quem não fala francês, vi eles conversando em inglês fluente com vários clientes.

Só preste atenção para que todos os vendedores levem as suas compras para o mesmo caixa, já que tem um em cada andar.

Dior Grand Ball

13/05/2010 § Deixe um comentário

O título desse post podia muito bem ser “começa hoje a exposição mais digna do universo”, mas não é. O Dior Grand Ball mostrará de hoje até o dia 26 de setembro no Museu Christian Dior em Paris mais de 50 vestidos de gala, acessórios e fragrâncias do mundo da Maison Dior.

Vestido “Arlequim”, Primavera-Verão 1998, coleção de Alta Costura. Christian Dior por John Galliano

A exposição é uma homenagem ao Christian Dior dividida em duas partes: a primeira evoca grandes fontes de inspiração do estilista, sua infância e suas amizades; a segunda mostra o período à partir de 1980, mostrando os “novos bailes” da Maison Dior.

Daisy Fellowes num vestido Dior no baile de máscaras oferecido por Charles de Beistegui no Palazzo Labia em Veneza, em 1951.

A exposição conta também com ambientação, iluminação e trilha-sonora para fazer os visitantes se sentirem em um dos bailes da Maison. Dignidade é pouco.

Onde estou?

Você está navegando em publicações marcadas com Paris em Hot like Mexico.

%d blogueiros gostam disto: